Yahoo e AOL serão vendidos juntos por US$ 5 bilhões pela operadora Verizon

Como parte da venda da divisão de mídia da empresa da operadora americana, Yahoo e AOL passam para o controle da Apollo Global Management

Por Bruno Romani – O Estado de S. Paulo

A operadora americana Verizon anunciou nesta segunda-feira, 3, que vai vender por US$ 5 bilhões sua unidade de mídia para o grupo de gestão de investimentos Apollo Global Management. O negócio inclui dois nomes históricos da internet do final dos anos 1990: Yahoo! e AOL.

Frente às grandes empresas de mídia, a Verizon tem encontrado dificuldades em expandir seus negócios de mídia, anunciando que a rede já estava sofrendo com uma baixa de US$ 4,6 bilhões em 2018. Empresas maiores como Facebook Google varreram o mercado de publicidade digital e colocaram as companhias menores em desvantagem.

Na venda, a Verizon receberá US$ 4,25 bilhões em dinheiro e participações preferenciais de US$ 750 milhões. Ainda, a empresa vai manter uma participação de 10% na Verizon Media.

Com fechamento previsto para o segundo semestre de 2021, o negócio se chamará apenas Yahoo quando for concluído. O portfólio da Verizon Media inclui marcas online como TechCrunch, Makers, Ryot e Flurry, de acordo com seu site. A divisão de mídia registrou receita de US$ 1,9 bilhão no primeiro trimestre de 2021.

Em 2017, a Verizon comprou as propriedades do Yahoo! na internet por cerca de US$ 4,48 bilhões, apostando que seus mais de 1 bilhão de usuários seriam um público fértil para anúncios online. A empresa também adquiriu o serviço de e-mail AOL por US$ 4,4 bilhões em 2015.

História

Fundado em 1994, o Yahoo! foi uma das principais marcas da internet na virada entre os anos 1990 e 2000 e ficou marcada por uma série de decisões de negócio erráticas. Ainda no final dos anos 1990, a empresa teve a oportunidade de comprar por US$ 1 milhão a ferramenta que posteriormente daria origem ao motor de buscas do Google. Em 2005, a empresa negociou a compra do Facebook por US$ 1 bilhão, mas as conversas fracassaram depois que o presidente executivo do Yahoo!, Terry Semel, tentou baixar o valor da compra.

De 2007 em diante, o Yahoo! se encolheu diante de Google e Facebook. Os planos de revitalização da marca, com a chegada em 2012, de Marissa Mayer, ex-Google, como presidente, não funcionaram. No plano dela, o Yahoo! comprou diversos serviços de internet, incluindo o serviço de site e blogs Tumblr. O negócio de US$ 1,1 bilhão feito em 2013 foi um fracasso: seis anos depois, a Verizon, já dona do Yahoo!, vendeu o Tumblr por US$ 3 milhões. /COM INFORMAÇÕES DA REUTERS 

 

depCOM Grupo Colorado

Autor depCOM Grupo Colorado

Mais posts de depCOM Grupo Colorado

Deixe uma resposta